lorinFoi preso nesta quinta-feira, 06, pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), dirigido pelo delegado Baretta, através da "Equipe C", sob o comando do delegado Jarbas Lima, Rafael Arlen de Sousa, conhecido como 'Lorin', um dos autores do latrocínio contra a vítima João dos Santos Freitas Filho.

O crime aconteceu em julho de 2018, na Rua São Raimundo, próximo ao bar do 'Seu Manoel', bairro Todos os Santos, Zona Sudeste de Teresina.

A vítima estava conversando com um colega em um bar, momento em que quatro indivíduos chegaram a pé e anunciaram o assalto, sendo dois menores de idade.

Os criminosos tentaram roubar a moto da vítima, mas não conseguiram dar a partida, momento em que a vítima travou luta corporal com um deles e acabou sendo esfaqueado nas costas.

Rafael foi preso em uma residência localizada na invasão do Conjunto Pedro Balze, Zona Sudeste desta capital.

Outro criminoso identificado como Leandro, já havia sido preso no mês de outubro. Ele também é acusando de assassinar o proprietário da Academia Medley.

 

180graus

suspeitosNa noite dessa quarta-feira, 05, um motorista de ônibus da empresa Transcol, que não teve a identidade revelada, parou em frente a Central de Flagrantes de Teresina e acionou a polícia depois de ser avisado por um passageiro que havia dois suspeitos fazendo um arrastão dentro do transporte coletivo.

Policiais civis e militares que estavam na porta da Central agiram de forma rápida e conseguiram deter os dois suspeitos.  O transporte coletivo em que a dupla estava de número 04473 faz a linha do Centro até o Terminal do Bela Vista, na zona Sul de Teresina.

Os passageiros estavam apavorados com a situação, alguns chegaram a relatar que pediram para descer em paradas anteriores para poder fugir da tentativa de assalto. Os suspeitos não chegaram a subtrair nenhum pertence dos passageiros e vão ser ouvidos pelas autoridades policiais.

 

mn

Foi encontrada morta por volta das 9:00h desta quarta-feira, 05, em sua residência no loteamento Porto Seguro, no bairro Vale Quem Tem, na zona Leste de Teresina, uma idosa identificada como Benta Maria da Conceição, de 66 anos.


De acordo com informações, a vítima não aparecia na rua há alguns dias e os vizinhos começaram a sentir mau cheiro, até que um agente do Programa Saúde da Família – PSF que há alguns dias tentava contato com a moradora da casa, mas sem sucesso, resolveu pular o muro e verificar se estava tudo bem na casa. E lá encontraram a idosa morta, deitada em uma rede na sala.


O cômodo estava sujo de sangue e os agentes resolveram acionar a polícia e a perícia que atestaram se tratar de morte natural, mas a confirmação só será possivel após o corpo que está em alto estado de putrefação, ser avaliado pelo médico legista.


O Instituto de Medicina Legal –IML estive no local para fazer a remoção do corpo.

 

mn

bilheteUm homem surdo-mudo surpreendeu funcionários de um posto de combustíveis em Curitiba na manhã desta quarta-feira , 05, ao entregar um bilhete anunciando um assalto. Segundo informações preliminares da Polícia Civil do Paraná, ele foi preso em flagrante no estabelecimento, localizado na Avenida Presidente Getúlio Vargas.Quando uma atendente leu a mensagem do suspeito, que anunciava um assalto e avisava que ele estava armado, se afastou dele e chamou o gerente. Em seguida, o homem foi contido e encaminhado para a Central de Flagrante da capital paranaense, onde testemunhas estão sendo ouvidas pelo delegado de plantão Fábio Machado.


Segundo consta no boletim de ocorrência, a vítima relatou que o homem se dirigiu ao caixa e lhe entregou um bilhete com os dizeres: "Fique quieto não mexe eu tenho arma aqui na cintura passa dinheiro rápido eu não quero mostra arma quieto (sic)".


Demonstrando não poder ouvir ou falar, simulou estar armado. No entanto, ao ser abordado por policiais militares, foi constatado que não havia arma de fogo com ele. Ainda de acordo com o registro policial, o suspeito usou um pedaço de papel para se identificar como Rafael Susin.


Na delegacia, segundo a Tribuna do Paraná, foi preciso uma intérprete para entender o ladrão. O homem já conseguiu assaltar outros três locais com a mesma tática. 


“Quando eu dei bom dia e ele não respondeu, falei novamente. Nisso ele entregou o bilhete dizendo que era assalto e eu até achei que poderia ser uma pessoa com problemas, mas percebi pelos sinais que ele fazia que ele realmente queria assaltar”, contou a funcionária, que tem 19 anos e não foi identificada.


Segundo a jovem, quando viu que estava em apuros, mas que o assaltante não ofereceria riscos, chamou o frentista. “Gritei por ajuda e falei da situação, nisso o frentista mesmo já viu que ele não estava armado e o seguramos até à Polícia chegar”.

 

Metrópoles

sdsdsdsds